Linx Commerce Linx Commerce

A EMPRESA CONTA COM UMA BASE DE 60 MIL LOJISTAS; 30 MIL FORAM CONQUISTADOS APÓS O INÍCIO DO E-COMMERCE, COM A PLATAFORMA CORE

Criada em 1988, na região do Brás, a Brascol, é uma empresa líder no mercado de atacado de roupas para bebês, crianças e adolescentes. Atualmente, o negócio recebe mais de 50 mil clientes por ano e movimenta números superiores a 60 mil itens de diferentes categorias.

Estes números devem crescer nos próximos anos por conta dos investimentos em processos automatizados, a exemplo da plataforma CORE, do Grupo DCG, que ajudou o marketplace a conquistar cerca de 30 mil clientes em pouco mais de um ano de parceria.

“Somos uma das empresas mais tradicionais do bairro e, desde que implementamos o e-commerce, em 2016, a nossa base de clientes praticamente dobrou. Antes eram 30 mil e hoje são pouco mais de 60 mil”, explica Antônio Almeida, Superintendente da Brascol.

Para entender um pouco sobre o negócio, é necessário olhar para a história do Brás. A região se desenvolveu a partir da construção da linha férrea São Paulo Railway, que ligava o Porto de Santos a Jundiaí. Em torno dela, foram criadas diversas indústrias e comércios.

Mas, foi durante a década de 1970, com a criação das estações de metrô do Brás, Bresser e Pedro II, que a localidade se firmou como um dos centros comerciais mais importantes e populares do país.

“Assistimos a uma reinvenção da economia local. O Brás hoje está pulsante, diversas tecnologias estão chegando e os comerciantes estão se reinventando. Ninguém imaginava isso em uma região não inovadora para o mundo dos negócios”, comenta Almeida.

E-Commerce

“Fazia todo sentido. A partir da crise, percebemos um número grande de pessoas tentando fazer algo próprio. Muita gente não vai mais ter apenas um emprego e nós queremos viabilizar o empreendedorismo”, revela.

Hoje, a loja virtual da atacadista B2B recebe cerca de 120 mil visualizações por mês e o número deve crescer ainda mais nos próximos anos com o desenvolvimento de novas soluções.

“Temos um aplicativo de relacionamento com os nossos clientes e cerca de 70% dos contatos vêm do mobile. Deste número, cerca de 30% se converte em vendas”, finaliza.

Atualizado há 13 dias