Linx Commerce Linx Commerce

A Black Friday já é considerada uma das principais datas do calendário do e-commerce brasileiro, junto com o Natal e o Dia das Mães. Segundo um levantamento da Ebit, na edição de 2017 da Black Friday, o comércio eletrônico faturou R$ 2,1 bilhões, um crescimento de 10,3% em relação a 2016.

Leia mais:
>> Guia completo: prepare-se para a Black Friday 

Por isso, é indispensável se preparar ao longo do ano todo para que, no dia da Black Friday, a sua loja virtual fature como nunca – claro, sempre mantendo a satisfação do cliente. Pensando nisso, reunimos algumas etapas necessárias para ajudar no seu planejamento. Confira:

Disponibilize múltiplos canais

Você precisa estar preparado para atender e vender para os clientes na Black Friday. Lembre-se: eles já não enxergam barreiras entre online e offline. Portanto, prepare-se para permitir, por exemplo, que os consumidores comprem pelo site e retirem o produto na loja, ou disponibilize totens para pesquisa e autoatendimento na loja física. Além disso, não abra mão dos dispositivos móveis – as compras feitas pelo celular cresceram 81,8% na Black Friday de 2017 na comparação com 2016.

Crescimento por segmento

Você precisa estar preparado para atender e vender para os clientes na Black Friday. Lembre-se: eles já não enxergam barreiras entre online e offline. Portanto, prepare-se para permitir, por exemplo, que os consumidores comprem pelo site e retirem o produto na loja, ou disponibilize totens para pesquisa e autoatendimento na loja física. Além disso, não abra mão dos dispositivos móveis – as compras feitas pelo celular cresceram 81,8% na Black Friday de 2017 na comparação com 2016.

Otimize a infraestrutura da sua loja virtual

As promoções da Black Friday costumam durar apenas um dia. Portanto, espera-se que o seu site tenha um alto número de visitas em um curto período de tempo. Por isso, é fundamental que a plataforma utilizada suporte todo esse tráfego. Se, em dias de menos fluxo, você já percebeu que teve problemas com isso, é importante melhorar a estrutura da sua loja virtual. Para a Black Friday de 2019 (e outras datas importante do varejo), busque soluções que garantam o bom funcionamento do seu e-commerce.

Ofereça promoções reais

Quando a Black Friday chegou ao Brasil, as más práticas causaram revolta nos consumidores: algumas lojas aumentavam o preço nas semanas anteriores à data para, depois, diminuí-los, dando uma falsa impressão de desconto, fazendo com que os clientes pagassem a “metade do dobro”.

Mas, hoje, os consumidores estão atentos a essas práticas e já não aceitam mais esse tipo de estratégia. Para evitar o problema e não manchar a imagem da sua marca, planeje-se para criar promoções que você realmente possa cumprir. Negocie com os seus fornecedores, calcule os seus preços corretamente e ofereça descontos reais e atrativos.

Avalie o estoque

Durante a Black Friday, algumas das suas ofertas podem atrair muito a atenção dos clientes, até mais do que esperado. Se você não fizer uma avaliação do seu estoque com antecedência, é possível que alguns consumidores se deparem com itens indisponíveis, ficando frustrados com a experiência de compra proporcionada pela sua marca. Portanto, uma questão essencial quando se trata desta data é o planejamento do estoque.

Antes mesmo de entrar em contato com os seus fornecedores, é importante avaliar:

  • Quais produtos você pretende colocar em promoção em uma “queima de estoque”.
  • Qual é a quantidade necessária de produtos para atender ao volume de vendas e ao giro do estoque.
  • Quais são os produtos que costumam ter maior rotatividade na sua loja e que não podem faltar.
  • Quais produtos estão presos em estoque há muito tempo e que vale a pena aproveitar a Black Friday para colocar para rodar.

Planeje a sua campanha

Você já pensou sobre como pretende divulgar as suas ofertas para os clientes? Quais produtos estarão em destaque? Quais descontos você irá oferecer? De que maneira irá anunciá-los? Essas são questões muito importantes que precisam ser pensadas de forma antecipada. Para não atropelar os processos, comece a planejar o marketing e a publicidade pelo menos um mês antes.

E por ser uma época de alta demanda, os preços dos anúncios de mídia paga estão maiores. Então, é preciso ser criativo e se planejar bem para reservar uma verba boa de marketing para essa época.

Dê atenção aos seguintes pontos:

  • E-mail marketing
  • Mídias sociais
  • Marketing de influência (blogueiros e influenciadores)
  • Escuta social
  • Mídia paga

Prepare a sua equipe

Quem tem loja sabe que nem sempre é fácil recrutar mão de obra temporária para o período da Black Friday. Por isso, indicamos que você já comece essa procura no mês anterior.

E não é porque estamos falando de e-commerce que você não precisa ter essa preocupação. Mesmo que não seja necessário pensar em contratar atendentes com foco em loja física, a sua equipe de atendimento online precisa estar preparada para uma alta demanda de dúvidas, reclamações e solicitações de troca.

E além da contratação, ainda é preciso pensar no treinamento. Afinal, uma equipe de atendimento bem treinada e orientada sobre os produtos para informar os clientes é o segredo para que tudo corra bem durante o pico de vendas.

Também é importante motivar o time, deixando-o desperto e contente nesse período. Mostre à equipe a sua importância para a empresa, especialmente neste dia. Uma boa ideia é mobilizar os colaboradores com brindes, como camisetas e lanches para mantê-los dispostos nas 24 horas de Black Friday.

Pense no pós-venda

Ao conquistar clientes em época de Black Friday, é preciso trabalhar para fidelizá-los ao longo do ano todo. Afinal, a Black Friday acontece todos os anos. Isso sem falar nas outras datas comemorativas que também são sinônimo de faturamento para o seu e-commerce.

Portanto, tenha em mente que a venda não acaba quando o processo de compra é finalizado. Manter contato com os consumidores é essencial para construir uma relação com eles.

Após a entrega, procure saber a opinião dos clientes em relação à sua empresa. Ou seja: ouça o seu cliente, troque mensagens com ele e, principalmente, ofereça vários canais de atendimento (online e offline) para que ele escolha quando e como deseja se comunicar com a sua marca.

Fique de olho na logística

Ao conquistar clientes em época de Black Friday, é preciso trabalhar para fidelizá-los ao longo do ano todo. Afinal, a Black Friday acontece todos os anos. Isso sem falar nas outras datas comemo

Quem trabalha com e-commerce sabe que a logística é uma questão que precisa de dedicação durante o ano inteiro. Mas, na Black Friday, com o aumento dos pedidos, os cuidados devem ser redobrados. Por isso, é preciso estar muito atento a pontos como:

  • Valores e prazos: busque possibilidades para diminuir o valor do frete e o prazo de entrega. Negocie com as suas transportadoras parceiras e procure proporcionar a melhor experiência de compra aos clientes.
  • Frete grátis: se possível, ofereça frete grátis. Afinal, os clientes estão comprando na Black Friday para pagar menos, e de nada adianta oferecer frete a preços exorbitantes. Uma boa dica para não sair no prejuízo é estipular um valor mínimo de compra como condição.
  • Organização do transporte: conte com uma transportadora comprometida e de confiança. Busque parceiros especializados, que farão entregas com segurança e agilidade.
  • Logística reversa: durante picos de venda, é preciso estar preparado para receber solicitações de trocas e recolher mercadorias. Então, mantenha os documentos organizados e automatize os processos.
  • Retirada na loja física: essa prática diminui os custos de entrega, é menos demorada para o cliente e o lojista ainda pode aproveitar o aumento do fluxo para vender mais.

Como falamos, a Black Friday já é uma das datas mais importantes para o varejo. E se você ainda não está preparado para isso, entre em contato com a Linx Commerce, que nós temos as melhores soluções para contribuir para a evolução da sua loja virtual.

Erativas que também são sinônimo de faturamento para o seu e-commerce.

Portanto, tenha em mente que a venda não acaba quando o processo de compra é finalizado. Manter contato com os consumidores é essencial para construir uma relação com eles.

Após a entrega, procure saber a opinião dos clientes em relação à sua empresa. Ou seja: ouça o seu cliente, troque mensagens com ele e, principalmente, ofereça vários canais de atendimento (online e offline) para que ele escolha quando e como deseja se comunicar com a sua marca.

Atualizado Hoje