Linx Commerce Linx Commerce

Ao gerenciar cada um dos indicadores, você pode aumentar o seu faturamento sem, necessariamente, investir mais ou baixar preços

É bem comum que, em uma operação de e-commerce, o foco esteja somente no faturamento. A notícia de que a expectativa é que o setor tenha um faturamento de R$ 69 bilhões, crescendo 15% em comparação com o ano de 2017 (segundo dados da ABComm), certamente é animadora.
Mas você sabia que, tão importantes quanto o faturamento em si, existem indicadores que o antecedem e impactam diretamente nos seus resultados? Vamos conhecer cada um deles:

Visitas

Este indicador mede a quantidade de visitas que você recebe na sua loja virtual. Não confunda as visitas com visitantes únicos, afinal, um visitante pode entrar mais de uma vez na sua página, aumentando os números deste indicador.

Conversão de visitas

Se as visitas são um indicador de volume, a conversão de visitas é um indicador de qualidade. Este indicador pode ser considerado um índice de performance porque, a partir da quantidade de visitas, você pode verificar quantos pedidos foram gerados. Por exemplo: se, a cada 100 visitas que a sua loja virtual recebe, dois pedidos são realizados, você tem uma conversão de visitas de 2%.

Pedidos captados

A primeira coisa que você precisa saber é que pedido captado não precisa, necessariamente, ser pedido faturado e também não é sinônimo de abandono de carrinho. Os pedidos captados são, sim, finalizados pelos clientes, porém, nem sempre são pagos.

Ticket médio

O ticket médio corresponde ao valor médio de todo o pedido. Se o cliente comprar dois, três ou mais produtos e ainda pagar por serviços como frete, instalação e garantia estendida, tudo isso compõe o ticket médio.

Valor captado

O valor captado segue a mesma lógica dos pedidos captados, porém, o seu resultado é medido em reais. Você quanto, em reais, você vende por dia? E lembre-se: não significa, necessariamente, que esses pedidos serão pagos. Por isso, este indicador é bastante importante para avaliar o próximo item, a conversão de pagamento.

Conversão de pagamento

Imagine que uma loja vende R$ 10 milhões, mas fatura R$ 5,5 milhões. Se você só olhar só para o faturamento, R$ 5,5 milhões é excelente. Mas, se você olhar os indicadores anteriores, saberá que só está faturando 55% do que poderia. Portanto, ao trabalhar todos os indicadores, é possível aumentar o seu faturamento, podendo manter a mesma quantidade de visitantes, o mesmo investimento em marketing… por isso, é fundamental medir o quanto o quanto você capta em comparação ao quanto fatura.

Por fim, o faturamento

Chegamos ao sétimo e último (mas não menos importante) indicador de uma plano de e-commerce. Este indicador é responsável por mostrar, de fato, os pedidos pagos, aqueles com notas fiscais emitidas.
Para que você entenda esse encadeamento na prática, desenhamos o seguinte cenário:

  • A sua loja tem 85 mil visitas.
  • A sua taxa de conversão de visitas é de 2%.
  • Portanto, o seu número de pedidos captados é de 1,7 mil (porque 2% de 85 mil é 1,7 mil).
  • Se o seu ticket médio for R$ 90,00
  • O seu valor captado será R$ 153 mil (porque 1,7 mil vezes 90 resulta em 153 mil).
  • E, se a sua conversão de pagamento for de 65%
  • O seu faturamento será de R$ 99.450,00 (porque 65% de 153 mil é 99.450).

Mas como dobrar esse faturamento?

Trabalhando para melhorar cada um desses indicadores, nós, do Grupo DCG, podemos ajudá-lo a dobrar o seu faturamento sem precisar dobrar o investimento. Ou seja, você pode alcançar a sua meta sem, necessariamente, pagar mais por isso ou baixar o preço dos seus produtos. Veja um exemplo:

  • Com as mesmas 85 mil visitas
  • Você pode trabalhar para melhorar a exposição dos produtos, as ofertas de frete, entre outros aspectos, resultando em uma conversão de visitas de 2,8%.
  • O que se transforma em 2.380 pedidos captados.
  • Você também pode trabalhar no valor dos seus produtos e serviços (com cross sell ou up sell, por exemplo) para aumentar o seu ticket médio. Digamos que você conseguiu aumentar o seu ticket médio para R$ 120,00.
  • Assim, o seu valor captado sobe para R$ 285.600,00.
  • Também é possível trabalhar junto ao seu time de operação, logística e financeiro para aumentar a sua taxa de conversão de pagamento para 70%.

O resultado disso? Um faturamento de R$ 199.920,00, mais do que o dobro do número anterior, e tudo isso sem investir a mais para receber mais visitas, apenas com a gestão correta para movimentar cada um dos indicadores.
Como você pôde perceber, todos esses indicadores estão encadeados, ou seja, um depende do outro e todos levam ao faturamento. E existe um trabalho de gestão que pode melhorar continuamente os seus números.
Para melhorar os seus indicadores também, acompanhe as novidades publicadas no nosso blog e tenha dicas e informações importantes para o seu negócio. Entre em contato com o Grupo DCG, que nós vamos contribuir para a evolução da sua loja virtual.

Atualizado há 27 dias