Linx Commerce Linx Commerce

Trabalhar com uma loja virtual pode trazer muitos benefícios, mas também é preciso saber lidar com as dificuldades deste tipo de negócio

A tecnologia é capaz de trazer inúmeros benefícios aos lojistas virtuais. Soluções como Google Analytics, que possibilita analisar a quantidade de acessos no seu site e por onde os consumidores mais navegam, Google Adwords, que permite que você coloque o seu site em um bom posicionamento no ranking do Google, e chatbot, que oferece um atendimento 24 horas por dia nos sete dias da semana, são grandes aliados dos negócios online.
Leia também:

> Tecnologias que estão transformando o mercado de e-commerce

Ao mesmo tempo, a administração de um e-commerce apresenta desafios bem específicos para os empresários. Para ajudá-lo, mostramos que é possível superar os principais obstáculos característicos da gestão de uma loja online. Confira:

1. Agradar clientes exigentes

Com tanta informação à sua disposição na rede, a decisão de fechar uma compra está cada vez mais na mão do cliente. Junto a isso, ele tem acesso às mídias sociais para compartilhar a sua opinião sobre a experiência durante a jornada de compra, tenha sido ela positiva ou não.
Portanto, o lojista tem, aí, dois desafios importantes: o primeiro é satisfazer os diferentes perfis de clientes que compram online, que são cada vez mais exigentes, para conseguir fidelizá-los. E o segundo desafio é agradá-los para que eles disseminem opiniões positivas sobre o seu negócio, evitando, assim, que a sua empresa tenha uma imagem negativa entre os usuários.
Por isso, um e-commerce precisa estar preparado para satisfazer diferentes desejos e necessidades, desde um cliente ávido por novidades até aquele que só procura os menores preços. Então, esteja preparado para construir uma comunicação com esse cliente no mundo virtual, oferecendo o que ele procura, como e-mails com promoções ou novos produtos disponíveis na sua loja.

2. Atender com a agilidade e a eficiência que o online exige

Os compradores online estão mais seletivos e críticos quanto ao tratamento que recebem de qualquer empresa. Neste cenário, é fundamental levar em conta a possibilidade de construir um bom relacionamento com este público a partir de um atendimento de qualidade.
Para evitar a propagação de uma imagem negativa da sua marca, o ambiente online exige que você ofereça respostas rápidas e eficientes, mas, claro, sem deixar a educação de lado. Para isso, disponibilize, em sua loja virtual, um serviço de atendimento ao cliente digno de fidelização, que esteja disponível em tempo integral e seja ágil nos retornos.

3. Lidar com comentários negativos

Outro desafio a ser ultrapassado em um e-commerce é ter que lidar com os comentários negativos dos clientes. Uma pesquisa realizada pela Nielsen, especialista em comportamento de consumo, mostrou que 92% dos usuários confiam mais em reviews feitos por outros consumidores do que em qualquer tipo de publicidade.
Então, não tenha medo de disponibilizar um espaço específico no seu site para comentários sobre os produtos e sobre a experiência de compra na sua loja. E aproveite para deixar bem claro que você está sempre disposto a tomar medidas que revertam as opiniões negativas.
Leia também:

> A importância dos reviews na estratégia do seu e-commerce

4. Conquistar credibilidade

Por não se tratar de uma loja física, alguns compradores podem ficar inseguros na hora de fechar negócio no seu e-commerce. Então, uma forma simples de resolver isso é incluindo, no layout, o endereço físico da empresa (quando houver), bem como o seu CNPJ e um ou mais canais para atendimento.

5. Ficar bem ranqueado nos sites de busca

As ofertas no ambiente online são incontáveis, o que faz com que um lojista precise se destacar frente à concorrência, muito mais do que no mundo físico. Por isso, ter o seu e-commerce nas primeiras posições do Google influencia, e muito, no sucesso do seu negócio.
Então, invista em estratégias de Search Engine Optimization (SEO) para melhorar o ranqueamento do seu site nos sites de busca. Use as técnicas de SEO a seu favor, incluindo palavras-chave no conteúdo e nas imagens, bem como escolhendo uma URL objetiva.
Um meio bastante eficaz de assegurar um bom ranqueamento é fornecendo informações detalhadas sobre os produtos no título e nas descrições. Esse tipo de explicação contribui não só para o seu posicionamento orgânico, como também para a satisfação do usuário na hora de fazer uma pesquisa.

6. Oferecer um preço competitivo entre tantas opções

Você já perdeu uma venda na sua loja virtual porque o seu concorrente online tinha um preço muito melhor? Como falamos, o ambiente online oferece inúmeras opções para os compradores. E já não é novidade que, vendendo online, o lojista pode oferecer promoções e preços bem mais em conta. Por isso, você precisa se destacar com um preço competitivo.
Esteja sempre atento aos preços praticados no mercado, principalmente no mercado virtual. Além disso, verifique se não é possível oferecer descontos nos produtos ou até mesmo frete grátis.
E lembre-se: nem sempre o preço é um fator decisivo para uma compra. Um bom atendimento e a oferta generosa de opções de produtos também influenciam bastante na decisão de fechar uma compra.

7. Estar disponível em diferentes plataformas

O uso de smartphones e tablets foi rapidamente se popularizando e, hoje em dia, muitos consumidores usam esses dispositivos para fazer as suas compras online. Então, o desafio, aqui, é estar preparado para oferecer os seus produtos no modo mobile também. É claro que ter uma estrutura para desktop e outra para dispositivos móveis irá exigir mais tempo e dinheiro para criar layouts e estruturas adequadas para cada um. Mas se tudo for feito com qualidade, certamente, o retorno será positivo.
Aposte em um site responsivo e funcional, que capture e exiba corretamente os produtos do e-commerce nessas plataformas. Assim, você ajuda o usuário não só a fechar a compra, mas também a pesquisar informações sobre produtos, comparar preços e ler comentários de outros clientes.

8. Preparar-se para a entrega

As dificuldades para um lojista virtual podem ocorrer desde o processo de coleta da mercadoria até a entrega ao destinatário, considerando atrasos, avarias no produto, extravios, entre outros problemas. Portanto, contar com uma parceira de transportes que saiba lidar com as dificuldades de uma rotina de entregas é o primeiro passo. Neste caso, é importante ter uma política de devolução de mercadoria pré-estabelecida, ter a certeza de que o transportador irá oferecer todo o suporte que você necessita e até mesmo investir em um software para facilitar essa gestão.

9. Evitar o abandono de carrinho

De acordo com o Baymard Institute, a porcentagem média de abandono de carrinho no e-commerce passa dos 69%. E esse abandono, que pode ser considerado, hoje, um dos principais desafios do e-commerce mundial, está relacionado a vários motivos, como:

  • Falta de confiança no site
  • Processo de cadastro longo demais
  • Formas de pagamento pouco atrativas
  • Preço do frete

Pensando nisso, comece reduzindo a quantidade de detalhes que o usuário deve preencher para se cadastrar, focando apenas nas informações essenciais para realizar a entrega e gerar leads. Você também pode destacar o botão de cálculo do frete, permitindo que o cliente conheça o valor total para evitar surpresas desagradáveis no processo final, quando o carrinho já estiver cheio.
O fato é que todos os desafios que você acabou de conhecer podem limitar a eficácia do seu e-commerce. No entanto, estar ciente disso é o primeiro passo para superá-los, vendo os problemas como oportunidade de melhoria para alavancar as vendas da sua loja virtual.
E para crescer ainda mais, conte com as soluções em e-commerce da DCG. Certamente, temos muito a oferecer para ajudar no sucesso do seu negócio.

Atualizado Hoje