Linx Commerce Linx Commerce

Uma das diferenças mais notáveis entre uma loja física e uma loja virtual está relacionado às formas de entrega e frete.
Além de imprescindível para uma loja virtual, ter a possibilidade de comprar pela internet e receber os produtos na comodidade do lar, é sem dúvida um atrativo para qualquer consumidor.
De acordo com pesquisas do Ebit, alguns dos motivos que fazem um consumidor comprar pela internet são 58% representando os preços baixos encontrados nos sites e 28% a praticidade. 

E por ser completamente necessário, as formas de entrega e frete devem ser tratadas com a devida atenção pelo seu e-commerce.

Para entender a gravidade que o assunto pode trazer ao seu negócio, basta pesquisar as inúmeras queixas de entregas fora do prazo em sites voltados à reclamação dos clientes.
Atrasar a entrega causa a insatisfacão do seu cliente, ou seja, seu negócio pode ter o nome “manchado” virtualmente, além de claro perder o cliente em grande parte das vezes.
Se você já empreende virtualmente ou está pensando em abrir sua primeira loja virtual, preparamos algumas dicas para exemplificar quais formas de entrega podem se adaptar melhor ao seu e-commerce:

Correios

Muito comum para os consumidores, o serviço de entrega dos Correios, se tornou popular pela grande publicidade, em principal a divulgação “boca a boca” de milhares de pessoas.
Mas, o que não é sabido, em especial por empreendedores digitais, é que os Correios oferecem a possibilidade de um contrato que permite algumas vantagens aos proprietários de um e-commerce.

Com essa opção, o lojista consegue o pagamento de frete por meio de fatura, descontos relacionados com o volume mensal de envios e umas das melhores vantagens.

Mas, é importante frisar que os Correios limitam o peso para envio, não podendo ultrapassar os 30kg para encomendas nacionais ou internacionais.
E ainda, para serviços que são pensados para serem mais rápidos nas entregas como o Sedex 10, o limite de peso cai ainda mais, chegando a 10kg.

Entrega diferenciada

Levando em conta a abrangência do seu e-commerce, para entregas dentro da própria cidade, por exemplo, é interessante o uso de um motoboy ou alguma forma de entrega interna da sua loja virtual.
Nos tempos de Omnichannel, a retirada em espaço físico após toda a transação da compra ser feita em ambiente virtual é uma ótima alternativa para oferecer aos seus clientes.

Transportadoras

Se sua empresa vende mercadorias acima de 30kg ou ultrapassa os limites estabelecidos pela ECT, a transportadora pode ser uma opção para seu negócio, pois não existem regras de pesagem ou tamanho.

Entrega de encomendas

De modo geral, é permitido entregar encomendas para pessoas maiores de 16 anos, portando documento de identificação no endereço de entrega definido no momento da compra.
Todo produto entregue, independentemente de qualquer tipo de entrega escolhida, deve gerar uma ocorrência, ou seja, apresentar um protocolo para assinatura no momento do recebimento para conferência e segurança da empresa e do cliente.

Mas, nem sempre a entrega é concluída, entre alguns motivos estão os destinatários inexistentes, endereço errado e não localizado e destinatário ausente.

Neste último, é comum ocorrer três tentativas de entrega e, se todas não derem resultados, inicia-se o processo de devolução ao remetente.

Conclusão

Após conhecer melhor as principais opções de entrega para um e-commerce, fica mais fácil avaliar as opções que sejam mais vantajosas para o seu negócio.
Analise as melhores opções para seu portfólio de produtos, leve em consideração o tamanho, dimensão e local de entrega. No caso de dúvida, procure recorrer à mais de uma empresa para o frete.

Atualizado há 3 dias