Linx Commerce Linx Commerce

Os marketplaces assumiram um papel importante dentro do mercado de e-commerce.
Hoje, ter uma loja virtual ativa nos sites de grandes marcas significa apostar em um modelo de negócio que já está pronto para a conversão de clientes e vendas.
Para que você entenda melhor essa tendência separamos um dado: dos mais de 320 milhões de produtos oferecidos no site da Amazon, 80% são por meio de lojas integradas ao marketplace.
Ou seja, as chances de venda por meio das vitrines virtuais são muito altas. Porém, para que essa parceria entre e-commerce e marketplace realmente funcione e garanta benefícios para o varejista, é importante estar atento ao gerenciamento do seu negócio depois da integração.
Para ter sucesso nesse nicho não basta ter preços justos, produtos qualificados e uma entrega eficiente: é preciso gerenciar o negócio como um todo de forma eficaz. Por isso, reforçamos a importância da gestão.
Mas onde se encontra o diferencial para um bom gerenciamento? Na tecnologia e na plataforma escolhida para abrigar o seu e-commerce.
Esses dois fatores fazem toda a diferença no momento de colocar os produtos à venda em um marketplace e na hora da conversão.

Como funciona o gerenciamento único?

Pequenos, médios e grandes varejistas que pretendem anunciar seus produtos nos marketplaces encontrarão na tecnologia a grande oportunidade para o seu negócio.
Para ser referência no mercado e se transformar em um “e-commerce que deu certo” ao atuar de forma integrada em um marketplace, é preciso contar com uma plataforma que abriga os dados e processos da sua loja em um único sistema de gestão (ERP) para que, mesmo atuando em dois locais diferentes, seja possível fazer um gerenciamento único dos produtos.

Dessa forma, além de realizar as vendas em dois ambientes ao mesmo tempo (tanto na sua loja virtual com em um marketplace), o lojista pode gerenciar as vendas de forma personalizada em um único painel. 

Essa funcionalidade permite ao varejista atuar de forma organizada e atender a todas as demandas de forma eficiente.
Afinal, o ERP é um sistema que integra todos os processos de uma compra. Com ele, é possível fazer a gestão de pedidos, manter o estoque de maneira integrada, atualizada e organizada, emitir notas fiscais eletrônicas, além de gerenciar preços e outros indicadores – tudo isso para atuar de forma ainda mais qualificada, aumentar as chances de venda e agilizar o atendimento aos clientes, deixando-os bem mais satisfeitos.
Ou seja, a grande proposta aqui é facilitar a vida do lojista que agora tem seus produtos disponíveis em mais um lugar e ainda oferecer o melhor serviço ao consumidor.

Os benefícios para o lojista

O grande benefício para o lojista que procura no marketplace crescer e atingir maiores níveis de audiência é que, para ser eficiente e produtivo dentro das grandes vitrines, não é preciso abandonar o seu modelo de negócio.
O sistema de gestão de vendas e o catálogo online continuam sendo os mesmos da gestão do seu e-commerce, assim como a visão gerencial do fluxo de pedido.

E, dessa forma, é possível otimizar o tempo de gestão como um todo, qualificar ainda mais a operação e o gerenciamento das funções, podendo direcionar esforços para potencializar o relacionamento com o consumidor por meio do SAC.

Pensando nisso, a DCG oferece para os varejistas ativos na plataforma EZ Commerce e até mesmo para aqueles da plataforma Core a opção de colocarem seus produtos à venda em marketplaces por meio do Hub Octopus.

A ferramenta permite que você exponha seus produtos para muito mais usuários, ao mesmo tempo em que ganha tempo na gestão de diversos cadastros. De forma simples e rápida você pode contar com uma plataforma de e-commerce que permite o gerenciamento não só de um, mas de diversos marketplaces em um único local. Com o Octopus você pode:
– Cadastrar seus produtos e, por meio da plataforma, selecionar quais serão anunciados em cada uma das vitrines;
– Gerenciar preços, nota fiscal, código de rastreio, status e muito mais em um único sistema;
– Investir em CRM para gerenciar o relacionamento com o consumidor e compilar essas informações em um só lugar.

Conheça um case de sucesso:

Um dos parceiros da DCG, o Mercado Livre, que atua como um dos maiores comércios eletrônicos do Brasil, realiza a gestão das suas vendas no site e, por meio do Octopus, a sua loja virtual passa a ser integrada com todas as API’s dessa grande vitrine.
Assim, você pode contar com a praticidade de importar anúncios, publicar novos anúncios, receber um número maior de usuários na sua loja e, mesmo assim, atendê-los de maneira qualificada, ao gerenciar toda a operação por meio do painel administrativo da sua loja virtual.
Ao criar templates direto na plataforma para que os seus clientes tenham acesso às informações sobre os produtos de forma mais simples e fácil você agiliza o processo da compra.

Para aumentar a conversão, o Octopus permite ao lojista enviar e-mails de notificação para os clientes quando a venda não for efetivada.

Caso seu cliente não finalize o pedido, é possível notificá-lo e oferecer um cupom de desconto para estimular a finalização da compra.
Além disso, é possível definir um preço diferenciado para a venda dos seus produtos no Mercado Livre e realizar atualizações automáticas de preços.
Confira os principais benefícios do gerenciamento único:

  • Anúncio de produtos: o dono do e-commerce cria os anúncios na plataforma, publica automaticamente no Mercado Livre e o próprio Mercado Livre cria engajamento. Portanto, você não precisa se preocupar com as métricas de alcance e pode voltar os seus esforços para a conquista de consumidores. E, para facilitar ainda mais os processos e a organização dos pedidos, você pode optar por integrar automaticamente o estoque com o marketplace e até pausar automaticamente anúncios de produtos esgotados.
  • Relacionamento com o cliente: o Mercado Livre recebe as perguntas dos seus clientes e o e-commerce, integrado ao marketplace, recebe automaticamente as mesmas perguntas. Com isso, é possível responder na própria plataforma e de forma automática. O Mercado Livre também recebe os retornos (e disponibiliza a resposta para o consumidor).
  • Administração de pedidos: pelo e-commerce você administra os pedidos da sua plataforma, mas é o próprio Mercado Livre que realiza a venda dos produtos. Portanto, o dono do e-commerce dentro da sua loja consegue gerenciar o catálogo de produtos e fazer uma seleção dos artigos que vão ser distribuídos no marketplace, mas a venda desses produtos é controlada pelo próprio marketplace.

Ou seja, quando o lojista tem seus produtos disponíveis em um marketplace, consegue atuar com menos retrabalho e ter mais chances de conversão.
Por isso, afirmamos: contar com um sistema de gerenciamento único que, integrado na sua plataforma, oferece segurança para a atuação da loja, é o melhor caminho a ser seguido.

Gostou? Quer saber mais sobre o gerenciamento único?

 

[dt_button link=”https://www.dcg.com.br/contato/contate-especialistas/” target_blank=”false” button_alignment=”default” animation=”fadeIn” size=”medium” style=”default” bg_color_style=”default” bg_hover_color_style=”default” text_color_style=”default” text_hover_color_style=”default” icon=”fa fa-chevron-circle-right” icon_align=”left”]Fale com a DCG[/dt_button]

 

Atualizado há 2 dias